NOTÍCIA

Gestantes podem se afastar do trabalho presencial sem prejuízo salarial

Medida é possível enquanto durar a pandemia da Covid-19

23 de Maio de 2021

Crédito: Freepik

Publicada na última semana, a Lei 14.151 assegura à trabalhadora gestante o afastamento das atividades de trabalho presencial, sem prejuízo de remuneração. A funcionária afastada deverá, no entanto, permanecer à disposição para exercer as atividades em seu domicílio, por meio de teletrabalho, do trabalho remoto ou de outra forma de trabalho à distância.

Em tese, a nova lei garante proteção a um grupo que até então não se enquadrava como “de risco” para a infecção por covid-19, no entanto, os recentes estudos e o grande número de casos que acometem gestantes, com altos índices de internação e de quadros graves, alertaram não apenas as autoridades médicas, como também o Poder Legislativo.

Na prática, é pouco provável que as empresas e empregadores se adequem a obrigação estabelecida na lei com a urgência necessária a preservar a saúde e o bem-estar de gestantes e recém-nascidos. Fique atento aos seus direitos!

Ficou em dúvida sobre seu caso? Entre em contato com a nossa equipe. 

Comunicação Alvenir

FALE CONOSCO

Atendimento humanizado em prol dos direitos do trabalhador.

"Se eu pudesse lhe dar alguma coisa na vida, eu lhe daria a capacidade de ver a si mesmo através dos meus olhos. Só então você perceberia como é especial para mim." Frida Kahlo.

ALVENIR ALMEIDA ADVOGADOS ASSOCIADOS Todos os direitos reservados. Proibida a cópia total ou parcial do conteúdo deste site.

Criação de Sites Passo Fundo criativittá